Posted on Leave a comment

Receita de bolo para o sucesso em projeto de TI

Não é possível fazer um bolo só com farinha, nem somente com ovos ou margarina, você precisa de todas as coisas. Para um projeto de ti

  • Farinha – Desenvolvimento: é o ingrediente com mais volume na receita
  • Ovos – Feedback de clientes: elemento mais importante e precioso
  • Margarina – Planejamento: é o que da liga em tudo

O planejamento é importante para dar a direção do projeto, quem não sabe aonde quer chegar em qualquer lugar está bom. As metas do projeto de TI devem estar orientadas pelas metas da empresa, não é possível pensar a área de TI separada, ainda mais quando a core competece é desenvolvimento de software.

O desenvolvimento é importante mas as vezes é colocado num altar, mas de nada adianta um software bem escrito que ninguém quer comprar, mais vale um sistema que de fato resolva os problemas de um cliente que seja do que um sistema que não antende ninguém.

Referências e inspiração

https://www.youtube.com/watch?v=7M8m80GUKUo – vídeo que serviu como ispiração para eu desenvolver a idéia

Reportagem do estadão de hoje falando sobre profissionais de TI

Posted on 1 Comment

Como escolher a melhor plataforma para seu blog

Especialistas em tomada de decisão utilizam o Diagrama de Influência para entenderem melhor seus problema e tomarem decisões melhores. Como estudante de tomada de decisão e especialista em lançamentos de blog criei um diagrama para um possível cliente, removi as informações do projeto e redesenhei o diagrama para que ficasse genérico e pudesse ser compartilhado na internet.

Diagrama de influência para o sucesso de blogs
Diagrama de influência para o sucesso de blogs

Esse diagrama mostra um fluxo de decisões e incertezas, os elementos quadrados com o fundo cor-de-rosa são decisões que o gerente e equipe do projeto devem tomar, os elementos ovais amarelados são incertezas, fora do controle do decisor. As setas mostram a relação entre eles, o elemento na base da seta é relevante para o elemento o qual a seta está apontando.

No caso, o foco desse diagrama é a escolha da plataforma, eu sempre vou sugerir para meus clientes trabalharem com WordPress, mas a escolha não é minha, estou aqui para auxiliar. Observe como a escolha da plataforma é importante, sendo que vai impactar o custo de lançamento do projeto, custo anual, o design do produto e a disponibilidade dos autores. Alocar recursos em uma plataforma errada pode trazer grande perda de dinheiro para o decisor.

Esse diagrama foi criado exclusivamente para um cliente, mas acredito que toda a comunidade de profissionais pode se beneficiar do mesmo, meus clientes, parceiros, outros desenvolvedores, inclusive meus concorrentes, que sei que visitam meu blog em busca de novidades, o que me deixa muito satisfeito, porque quero ajudar a amadurecer o mercado de web e software no Brasil, se meus concorrentes ficarem mais fortes, o Brasil todo fica mais forte.

Esse diagrama parece simples a primeira vista, principalmente para os desenvolvedores que já tem essa noção clara, mas em alguns casos, nossos clientes não conseguem visualizar com clareza o impacto da suas decisões no sucesso do seus projetos. O diagrama foi feito para auxiliar nossos clientes a entender o problema e tomar decisões melhores.

Posted on Leave a comment

A infraestrutura necessária para manter um comércio eletrônico

componentes chaves
Componentes chaves da infraestrutura tecnológica

Hardware de servidor de web

Está se falando do computador, nada mais. Com a tecnologia atual qualquer dispositivo pode ser um servidor web, até mesmo um celular. “Uma decisão chave que as novas empresas de comércio eletrônico enfrentam é se devem hospedar seu próprio website ou deixar que alguém faça isso”.  (LAUDON, p. 312)  A vantagem em terceirizar a hospedagem é que o custo inicial para lançar um site ou loja virtual é reduzido, já que paga-se pouco por mês para alugar um espaço virtual. Veja uma descrição detalhada do nosso serviço de hospedagem.

Sistema operacional do servidor

As duas opções mais conhecidas atualmente são os servidores Windows e Linux, sendo que o primeiro, como todo o produto da Microsoft, tem baixa qualidade, código proprietário e ganha mercado por causa do suporte que a empresa oferece aos usuários corporativos, enquanto o Linux tem o código aberto, auditável, muito mais estável e seguro, porém o suporte normalmente é feito via própria comunidade, exigindo um profissional com experiência. “O objetivo fundamental de um servidor web é processar e responder às requisições dos consumidores que são enviadas usando HTTP.” (LAUDON, p. 313)

Software do servidor

A Microsoft oferece como solução de software o Microsoft Internet Information Services, integrado com suas ferramentas de desenvolvimento, com alto custo de implementação. O servidor Apache roda tanto no Linux quando no Windows, com um desempenho muito melhor no primeiro, tem o código aberto, é muito mais estável, gerencia melhor as conexões e recursos do sistema e normalmente é instalado com a linguagem PHP e o banco de dados MySQL, formando um tétrade perfeita conhecida como solução LAMP, Linux, Apache, PHP e MySQL.

Software do comércio eletrônico

Atualmente é possível instalar um software de comércio eletrônico ou gestor de conteúdo no servidor, da mesma maneira que se instala um editor de texto em um computador doméstico. As principais soluções de software, são Drupal, Joomla, Magento e WordPress. Sendo que nós da F5 Sites escolhemos trabalhar somente com WordPress, por ser o mais estável e bem documentado de todos os sistemas, além de possuir a interface mais amigável, incontáveis plugins e temas. Trabalhamos tanto com projetos externos, criando soluções exclusivas para nossos clientes, como mantemos nossos próprios sistemas inovadores com essa fantástica ferramenta, conheça nossos projetos.

O  código aberto e a facilidade de adaptação criou a era das consultorias de customização de sistemas, hoje em dia essa praga está fora de controle e infestou o mercado. Equipes com baixa/média qualificação vivem de fazer poucas modificações em códigos abertos e revender para pequenos e médios clientes, como uma solução exclusiva, também conhecidos como templeiteiros. Os sistemas de código aberto existem para serem estudados e se fazerem novos produtos a partir do mesmo, de preferência também de código aberto, mas algumas empresas perceberam um grande mercado e estão se aproveitando da comunidade que mantém e desenvolve o sistema, sem oferecer nada em troca.

Para o comércio móvel são necessárias algumas adaptações no visual do site, normalmente é criado uma versão mobile, exclusiva, adaptada a telas pequenas, sendo que os protocolos de comunicação são padronizados, o mesmo protocolo HTTP usado em computadores é usado pelos celular. O problema é o tamanho da tela, por isso o padrão de desenvolvimento resposivo é usado quando se tem o objetivo de adaptar um mesmo site automaticamente para celular e tablets, já que o tamanho dos elementos são definidos como porcentagem do tamanho da tela, ao invés de se especificar o tamanho como usualmente se fazia.

Sistemas de pagamento eletrônico

“Os sistemas de pagamento eletrônico são um componente-chave da infraestrutura do comércio eletrônico”. (LAUDON, p. 317). A criação de sistemas de pagamento online foi o grande salto tecnológico que permitiu a existência do comércio eletrônico, pois permitem a identificação do usuário e a sua transação em tempo real. “Um certificado digital é um anexo a uma mensagem de email ou dados embutidos em um website que verificam a identidade do remetente”. (LAUDON, p. 317). Existe a possibilidade de se terceirizar a gestão do pagamento, no Brasil as soluções mais populares são o PayPal, PagSeguro e o Moip.

A camada de soquete segura, ou conexão SSL, existe para proteger os dados em uma transação online, “os dados são sempre criptografados, garantido que as transações não sejam objetos de interceptação ou “farejamento” por uma terceira parte” (LAUDON, p. 317).

Referência

Sistemas de informação gerenciais, 7ª edição, de Kenneth C. Laudon e Jane P. Laudon. Editora: Pearson

Posted on Leave a comment

Teste de viabilidade: auxíliando gestores a planejar projetos na prática

Estamos trazendo para o Brasil uma consultoria para empreendedores que ainda estão com o projeto em fase de conceito, desenvolvida pelas principais universidade da Inglaterra, como Universidade de Cambrige, Univeridade de Londres, Universidade Essex, entre outras, visa explorar sete aspectos chaves de viabilidade de um negócio.

A meta é ajudar empreendedores a descobrir quais as chances de sua ideia ou projeto ser lucrativo. Levando em conta termos macro e micro da indústria e mercado. O teste de viabilidade é composto por 50 perguntas que para serem bem respondidas são necessárias de duas a três horas. Ao final do teste é feito um cálculo com base nas respostas fornecidas pelo cliente que indicará a porcentagem de sucesso negócio.

Aproveite essa oportunidade única de trabalhar seu conceito e descobrir se vale a pena investir tempo e dinheiro nesse novo projeto.

Gráfico dos sete domínios analisados.
Gráfico dos sete domínios analisados.

Áreas que serão analisadas

1. Seu negócio e suas aspirações

“O que é a vida sem sonhar?”

2. O peixe vai fisgar a isca?

“Seus clientes são tudo, sem clientes não existe negócio”

3. Macro mercado: esse é um bom mercado?

“Um dos melhores modos de alcançar o sucesso – evite servir um segmento de mercado atrativo – é procurar servir um mercado atrativo em seu aspecto total”

4. Macro indústria: essa é uma boa indústria?

“Empreededores mais experiêntes preferem atuar em mercados atrativos assim como preferem competir em indústrias em que a maioria dos participantes tem sucesso e lucro, ao invés de indústrias em que muitas firmas estão ‘estranguladas'”

5. Micro indústria: por quanto tempo sua vantagem vai durar?

“Um novo negócio não vai crescer se sua vantagem inicial não pode ser sustentada”

6. Habilidade para executar

“O entendimento pleno dos fatores críticos de sucesso de em uma indústria particular em que se vai competir e adequá-los às habilidade da equipe em executar é certamente uma das dúvidas mais instigantes dos investidores que estão procurando oportunidades. Empresários deveriam pensar desse modo.

7. Suas conexões

“Não é o que você sabe, é quem você conhece.”

 

Posted on Leave a comment

Não roube a minha idéia, como inovar com Tecnologia da Informação

Recomendo para todos que participam dessa indústria assistirem ao filme O triunfo dos nerds, a história da computação (filme), principalmente programadores visionários, é um prato cheio para entender os grandes acontecimentos que levaram empresas ao sucesso e ao fracasso. Como a inovação, computador pessoal e interface gráfica com janelas e mouse, criada em 1970 nos laboratórios da XEROX, por mentes brilhantes da computação foi ignorada por seus executivos e roubada por Steve Jobs, que admite na cara de pau que roubou as idéias quando viu o protótipo em visita ao laboratório, “bons artistas copiam, grandes artistas roubam” diz Jobs, citando Picasso. Não demorou muito para Gates perceber a vantagem dessa inovação e roubá-la também e adaptá-la ao DOS, como não é possível patentar interfaces gráficas essa inovação não pode render um processo para nenhuma empresa.

O filme conta a história dessa indústria, desde os primeiros computadores, como o Altair 8080 e passa por todos os grandes lançamentos de produtos comerciais para o grande público, como o Windows 95, que revolucionou o mercado e colocou Bill Gates como o homem mais rico do mundo. Fala do acordo da Microsoft com a IBM nos início dos anos 80 e do espetacular crescimento desta parceira, para o então rompimento por parte da Microsoft, que retirou a IBM do jogo e fez com que a empresa de Gates conseguisse dominar o mercado de sistemas operacionais, não graças ao DOS, mas as killers aplications, programas que por si só fariam as pessoas comprarem “a caixa toda”, computador e windows só para rodar programas como o Lotus 1-2-3.

A melhor parte fica para a última entrevista, depois de horas de filme sobre a história e o passado do computador um profeta entra em cena, Larry Ellison, da Oracle, uma pessoa que eu ainda não sei muito quem é, mas vou procurar conhecer sua biografia, devido a sua brilhante e acertiva previsão, feita há mais de 10 anos, ganhou meu respeito a admiração. Ele falou tão bem que não vou nem interpretar suas palavra, vou colocar na sequência algumas de suas falas transcritas do filme, “não devemos nos preocupar com a dominação mundial da Microsoft, ainda há espaço para inovação e o futuro da Microsoft não é garantido”, “a internet não precisa de um PC”, “Larry acredita que o PC será substitudo por um aparelho chamado de utensílio de informação, será uma televisão esplendorosa que acessará informações e computadores simplesmente acessando computadores gigantes por meio da internet. Como abrir uma torneira, o PC fará a parte do poço e do balde” (narrador), “coloque as coisas na internet, são bits, não ponhas bits numa caixas, caixas em caminhões, caminhões na loja, eu indo para a loja, pegando a caixa, é loucura, eu amo a internet. Eu quero as informações fluindo por cabos”.

Esse cara estava certo, falou isso em meados dos anos 90, somente hoje, em 2013, estamos vivendo a revolução vista por ele, a chamada era pós-PC, devido ao surgimento dos dispositivos móveis com acesso a internet, os tradicionais computadores estão perdendo terreno. As previsões dele são geniais, todas certas, incluindo os recentes lançamentos dos últimos 2 anos, as smart TVs, ele já sabia naquela época que isso iria acontecer, só não sabia quando.

Do mesmo jeito que existia espaço para inovação 10 anos atrás, ainda existe hoje e sempre vai existir, a grande companhia que dominava o mercado era a Microsoft, hoje a Google. Para surgir o PC como conhecemos hoje, foi necessário contratar os melhores cientistas e um programa de investimento em pesquisa sem fins comerciais, ou seja, dinheiro gasto para pesquisadores imaginarem livremente o futuro da indústria e criarem protótipos de produtos. Foram necessários quase 50 pesquisadores nos laboratórios da XEROX durante alguns anos para criarem os computadores que hoje temos nas nossas casas, pesquisa essa fruto do medo dessa mesma empresa das pessoas pararem de utilizar papel.

A minha leitura no filme foi tentar entender um pouco melhor sobre como se chega a inovação, quais são os elementos que permitiram o surgimento desta. Uma coisa é certa, os Estados Unidos são o berço dessa revolução, com certeza a situação financeira daquele, proporciona um terreno mais fértil, será que no Brasil, algum dia, teremos um grande pesquisador que ditará os rumos da indústria da computação ou seguiremos comprando sucata dos países desenvolvidos, será que nossa vocação é agrária e quem está na área da informática “pura” por aqui pode ser considerado louco? Uma coisa é certa, muitas novidades estão por vir, quem arrisca dizer qual o futuro da indústria dos computadores?

https://www.youtube.com/watch?v=A1xZeGQxdew

Posted on Leave a comment

Quando vale a pena ter meu servidor wordpress?

Torre de babel
O servidor wordpress.com é uma moderna Torre de Babel, é o ponto de encontro de pessoas de todo o mundo, falando vários idiomas.

Apesar desse blog ainda ter poucos posts eu já estou percebendo que muitos leitores tem uma dúvida básica, não entendem a diferença do WordPress hospedado no seu próprio servidor e criar um blog no WordPress.com, serviço gratuito. Esse post é para esclarer essa dúvida, mesmo para quem não entende de programação e códigos em PHP, mas prepare-se para quebrar um paradigma, pois o conceito é deveras complicado.

O WordPress é um sistema que roda no servidor, esse código é aberto e construído por uma comunidade de colaboradores de todo o mundo. Pode ser baixado e instalado em qualquer computador (servidor), não é um software executável que se auto-instala na máquina como os usuários do windows estão acostumados. São arquivos de código-fonte que são transferidos e instalados no servidor utilizando comandos avançados.

Então para ter um servidor WordPress (self-hosted) é preciso enfrentar duas dificuldades antes mesmo de começar a escrever seus posts, é preciso ter ou alugar um servidor e estudar PHP e os códigos WordPress. Essa barreira dificulta a vida de muitas pessoas, por isso os criadores tiveram uma idéia brilhante, porque não disponibilizar um servidor gratuito com o sistema já instalado, assim basta ao visitante preencher um formulário para ter seu próprio blog.

Entendeu a engenhosidade do negócio, você pode ter seu próprio servidor, mas para quem não é profissional e está só começando a “brincadeira” eles deixam você usar um servidor grátis. Mas o que eles ganham em troca? Dezenas de centenas de milhares de pessoas fazendo divulgação grátis, já que o nome deles está no domínio do seu blog, todos os sites hospedados terminam com wordpress.com, quando você divulga seu blog, divulga junto o sistema.

Com certeza é uma troca justa, se esse fosse o único problema meu blog estaria hospedado lá e eu não precisaria pagar um servidor, mas para quem é profissional e precisa de funcionalidades extras somente usando servidor próprio. O principal problema é que você não tem controle sobre os arquivos do seu blog, nada de funcionalidade extras nem plugins, que são código-extras feitos por outros programadores para turbinar o site. Mas porque o wordpress.com não deixa os usuários utilizarem esses plugins?

Existe um problema de segurança que não pode ser resolvido, quem utiliza o serviço grátis só pode escrever textos e enviar imagens, quem precisa adicionar código extras ou alterar o layout do blog não vai poder, porque se pudessem controlar os arquivos de seus blogs, estaria aberta uma brecha para invadir qualquer blog hospedado no servidor. Um programador malicioso poderia enviar um código para controlar o servidor e todos os blogs hospedados.

Portanto, se você quiser ter total controle das funcionalidade e da aparência do seu site precisará de seu próprio servidor WordPress. Aqui no blog da F5 Sites damos foco para WordPress instalado em servidor, muitas da dicas que os leitores veem por aqui só podem ser utilizadas por quem ter seu próprio servidor, quem utiliza o serviço grátis está restrito. Se você não quer gastar nem tempo nem dinheiro com blog vá voando para o wordpress.com, mas a hora que você quiser colocar um simples banner de publicidade no seu site vai perceber que chegou a hora de ter seu próprio servidor.

Referências

https://codex.wordpress.org/pt-br:WordPress#Software_WordPress_X_WordPress.com – Página oficial que explica a diferença do ponto de vista do desenvolvedor.

Posted on Leave a comment

O segredo que pouca gente conhece para fazer um blog de sucesso.

Quando a maioria das pessoas resolve começar um blog eu percebo uma preocupação excessiva com o que escrever, para quem escrever, como o que leitor médio vai pensar entre diversas dicas que “pipocam” na internet afora.

Vou falar primeiro sobre o segredo para escrever e depois o segredo para o sucesso. O segredo para escrever é (deixar) simples, ser simples, cativar o leitor desde o primeiro paragráfo e só revelar o que pensa sobre o assunto depois que o leitor estiver confortável com seu texto.

Além de escrever bem é necessário o mais poderoso dos elementos da Terra, que faz tudo que toca dar certo, da mais simples criação humana a mais complexo. É certamente mais importante de qualquer outra dica, é componente número um do sucesso: o amor.

Quem anda com o amor caminha lado a lado com o sucesso, escreva com o coração e o sucesso chega. Tenha um blog e exercite o prazer de escrever.

Posted on Leave a comment

Conheça os 10 tipos de blogs mais interessantes da internet

Blog é uma revolução na maneira de se comunicar, algumas utilizações interessantes podem ser:

Para grandes empresas

Servem a grandes corporações, multinacionais, emissoras de televisão e rádio, times de futebol, igrejas e outros empreendimentos de grande porte

  • CorporativoUm canal de comunicação direto entre sua empresa/marca e seus clientes. Ótimo para divulgar o lançamento de produtos e promoções.
  • InternoEm vez de mandar circulares impressas em papel para seus funcionários, feche um blog com senha e utilize para comunicados internos, como eventos, reuniões, etc..
  • Gestão de ProjetosSabe aquele projeto grande, com equipes localizada em diversos países, e que exige um alto investimento para a gestão? Pode se economizar bastante dinheiro com adoção de um blog para divulgar o andamento do projeto, e o melhor, o gerente do projeto e a diretoria da empresa poderiam acompanhar o andamento de vários projetos de maneira simples, basta assinar o feed RSS e cadastrar o email para receber as novidades em tempo real.

Para pequenas empresas, profissionais autônomos, freelancer, políticos, músicos, atletas…

Baixo custo, baixo investimento e possibilidade de retorno elevados

Indivualidade levada a sério.

  • Profissional de destaqueIdeal para os profissionais de destaque em sua área de atuação que desejam compartilhar sua experiência com outras pessoas e aprender muito nesse processo, já diz o sábio ditado “ensinar para aprender”. Além da interação com outros profissionais de sua área, o blog permite aos profissionais de destaque atingir pessoas-chaves para catapultarem sua carreiras, além de obter receita com publicidade. Por isso muitos profissionais estão atuando em tempo integral e vivendo do rendimento de seus blogs.
  • Poíticos
  • Músicos Escritores
  • Atletas e equipes

Blogs para organizar sua vida

Um investimento em organização e publicidade, no sentido de tornar público. Tenha todas as informações, como apresentações, fotos, discussões, tudo em seu blog fechado com senha, com a possibilidade de adicionar usuários, amigos, parentes, colegas de trabalho, liberando o conteúdo certo para cada pessoa.

  • Blog pessoalO blog tem diversos recursos que podem te ajudar em sua vida pessoal e organização, mantenha um blog para suas idéias e projetos pessoais. Vai fazer uma reforma na cozinha? Registre!
  • Blog familiarBlogs também podem ser utilizados como álbum de fotografias de sua família, que tal cadastrar os membros da sua família e ter um blog fechado com senha, para colocar as fotos da páscoa, do natal, viagens e eventos familiares. É como um álbum de fotografias coletiva, que todos podem compartilhar suas fotos, assim todos podem ter acesso aquelas fotos que somente uma parte da família tem.

Lembre-se: é possível ter mais de um blog

Posted on Leave a comment

As vantagens e os custos de manter um site

A grande vantagem da internet em relação as modalidades tradicionais de investimento, como abrir uma loja ou similar no mundo real, é a diferença dos custos iniciais. Enquanto que para montar uma loja física é necessário preparar um imovel para receber os clientes, no mundo virtual é possível reduzir esses custos operarando somente pela internet.

A internet exige um investimento inicial muito menor que nas modalidades tradicionais de comércio e permite o ingresso num mercado gigante e que se expande a cada dia com novas oportunidades. Muitos serviços e produtos estão adaptando versões para a internet, inclusive de órgãos públicos, e ainda existe um potencial mercado a ser descoberto,

Pode exister um custo adicional para quem vai operar somente pela internet, o custo da criação e manutenção do site, que nesse caso é um item quase que obrigatório. Contratatar uma empresa para desenvolver o site é um dos itens que podem ser abatidos se o empreendedor tiver conhecimento em TI para desenvolver o próprio site, o que não é muito raro.

Existem empresas especializadas na criação de sites, uma boa opção é contratar uma empresa para cuidar de tudo que for relacionado ao site, o registro do domínio, hospedagem, manutenção, suporte técnico, dando liberdade criativa e suporte técnico para o cliente criar conteúdo para seu site. Não poderia deixar de recomendar a minha empresa, F5 Sites, estamos sempre atentos as mudanças e tendências da nova década, conheça nossos planos e preços. (No momento não estamos em busca de novos clientes, somente novos leitores)

Para manter um site rentável, o maior problema (de longe) não é o custo, com as centenas de milhares de sites e plataformas que são lançadas a cada dia você pode ter um site até mesmo sem pagar nada (além das suas contas), até um orkut facebook pode ser considerado um site. O maior problema é justamente criar conteúdo atrativo respeitando a regra de quanto mais conteúdo (de qualidade) mais visitatens e potenciais clientes entrando no seu site.

O segredo é conhecido nosso, o que o empresário precisa (mas nunca faz) é planejar seu investimento para obter um conteúdo que vai gerar retorno, atraindo um nicho específico de visitantes, o famoso oceano azul, que consiste em encontrar um nicho pouco explorado. Experimente falar de um assunto que você seja especialista e que possa contribuir com um ponto de vista diferenciado.